Pai tenta desenvolver capacidade de amamentar

 

Um estudante de economia sueco, Ragnar Bengtsson, de 26 anos, começou a estimular seus mamilos com uma bombinha, na tentativa de produzir leite. “Qualquer coisa que não faça mal, vale a pena tentar. E se funcionar, seria muito importante para a habilidade do homem de ficar mais próximo de seus filhos desde os primeiros momentos”, disse Bengtsson.

001

Ele garante que não está utilizando nenhum estímulo hormonal, nem farmacológico. – “Isso poderia funcionar, mas alteraria o valor nutricional do leite e colocaria tudo a perder”.

Bengtsson, que tem um filho de dois anos que não participa da experiência, afirmou que as reações têm sido muito fortes: – “Algumas pessoas pensam que é algo doentio”.
O jornal sueco “The Local” ouviu uma professora de endocrinologia do Instituto Karolinska, centro mundial de excelência em ensino e pesquisa médica. Na opinião da doutora Sigbritt Werner, pode ser que Bengtsson produza uma gota ou duas de leite após três ou quatro meses de “experimento”.

Fonte G1

Anúncios

Sobre brurobiati

Pisciana, faço jus ao signo. Sonhadora, emotiva e receptiva. Jornalista (diplomada sim), apaixonada por comunicação, animais, natureza e por pessoas de bem com a vida.
Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Pai tenta desenvolver capacidade de amamentar

  1. Mari Biddle disse:

    Que lindo! Quando afirmei a uma amiga que mulheres que adotam bebes podem amamentar ela quase nao acreditou…pode sim! Amamentar cria um vinculo entre mae e filho (ou entre pai e filho no caso do sueco) estabelecendo um laco para sempre. Toda experiencia e’ valida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s