Um estudante de economia sueco, Ragnar Bengtsson, de 26 anos, começou a estimular seus mamilos com uma bombinha, na tentativa de produzir leite. “Qualquer coisa que não faça mal, vale a pena tentar. E se funcionar, seria muito importante para a habilidade do homem de ficar mais próximo de seus filhos desde os primeiros momentos”, disse Bengtsson.

001

Ele garante que não está utilizando nenhum estímulo hormonal, nem farmacológico. – “Isso poderia funcionar, mas alteraria o valor nutricional do leite e colocaria tudo a perder”.

Bengtsson, que tem um filho de dois anos que não participa da experiência, afirmou que as reações têm sido muito fortes: – “Algumas pessoas pensam que é algo doentio”.
O jornal sueco “The Local” ouviu uma professora de endocrinologia do Instituto Karolinska, centro mundial de excelência em ensino e pesquisa médica. Na opinião da doutora Sigbritt Werner, pode ser que Bengtsson produza uma gota ou duas de leite após três ou quatro meses de “experimento”.

Fonte G1

Anúncios