Tags

, , , , , , , , , , ,

Dez cidades foram reconhecidas pela revista Forbes como as mais inteligentes do mundo. São consideradas  cidades promissoras e com grande capacidade de crescimento sustentável. Para a Forbes, atualmente a inteligência em planejamento urbano é equivalente a possuir uma agenda “verde”, isto é, sustentável.

A lista mistura elementos como infraestrutura, habitabilidade social e industrial, alicerces econômicos e o enfoque para o desenvolvimento da sociedade do conhecimento. Hoje as cidades inteligentes tendem a ser pequenas, compactas e mais eficientes, motivo pelo qual as grandes metrópoles não aparecem nesta lista.

1. Cingapura. Com uma população inferior aos cinco milhões de habitantes, Cingapura conta com um nível de rendimentos similar ao dos países ocidentais mais ricos e com um PIB per capita superior ao da maioria dos países europeus e à totalidade dos países latino-americanos.

Seu aeroporto é o quinto maior da Ásia, e seu porto marítimo é o segundo maior do mundo, após Xangai, quanto ao volume de carga. Um estudo da Corporação Financeira Internacional do Banco Mundial coloca Cingapura no primeiro lugar quanto a facilidades para fazer negócios. Ademais, sua população encontra-se entre as mais educadas do mundo.

2. Hong Kong. Situada no lugar número três, segundo o Banco Mundial, como local com facilidades para fazer negócios, Hong Kong conta com o terceiro maior porto de contêineres do mundo, um excelente aeroporto e uma população empresarial altamente qualificada. O centro de sua economia continua movendo-se para a Ásia, enquanto a Europa e América estão na luta.

3. Curitiba, Brasil. A capital do Paraná é considerada inteligente e inovadora desde diversos pontos de vista. Possui um transporte urbano rápido e eficiente, que é utilizado por 70% de sua população. Também possui uma equilibrada e diversificada estratégia de desenvolvimento econômico além de suas inovações urbanísticas e o cuidado com o meio ambiente que a levaram a ficar famosa internacionalmente.

A cidade tem sido exemplo mundial por seu programa “centros de orientação” e é considerada a capital com melhor qualidade de vida do Brasil, que trata principalmente de estabelecer bibliotecas eletrônicas, dirigidas aos residentes mais pobres da cidade.

Seu polo industrial diversificado lhe confere o posto de quinta maior economia do Brasil, sendo considerada umas das cinco melhores cidades para se investir na América Latina.

4. Monterrey, México. A cidade conseguiu converter-se em um dos principais centros industriais e de engenharia nas últimas décadas. Conta com 57 parques industriais especializados em numerosos campos: químicos, cimentos, telecomunicações e maquinaria industrial. Por isso tem crescido a um ritmo superior ao resto do país.

Monterrey é uma zona adequada para os negócios. Ademais, converteu-se em um grande centro de educação, pois  abriga  82 universidades.

5. Amsterdam, Holanda. É uma capital comercial e financeira que acolhe sete das 500 principais companhias do mundo, como Philips e ING. Isto por seus relativos baixos impostos, que atraem a muitos empresários.

Seu aeroporto, Schiphol, é o terceiro com mais tráfego da Europa. Entre as vantagens de destaque desta cidade podemos citar sua população multilíngue e bem educada. Ademais, carece de corrupção política.

6. Seattle, Washington. A chave do sucesso de Seattle é sua realidade econômica. É o porto estadunidense mais próximo ao Pacífico asiático, o que lhe permitiu atender o crescente comércio com este continente. É uma zona que serve de passagem para muitos produtos industriais e agrícolas dirigidos à exportação.

 

7. Houston, Texas. Houston é possivelmente a cidade mais próspera, economicamente falando, entre as grandes cidades dos Estados Unidos. Sua dominante indústria energética, sua próspera base industrial, o grande complexo do Texas Medical Center e seu aeroporto de primeira classe contribuem para seu sucesso de longo prazo. Houston, ademais, foi no ano passado o maior comprador de energia eólica de seu país.

 

8. Charleston, Carolina do Sul. Conservando seu maravilhoso centro histórico, Charleston ampliou seu porto e sua base de fabricação para ter uma expansão industrial. Ademais, está por emergir como um centro aeroespacial com uma nova fábrica de montagem, pelo qual criará 12 mil novos empregos bem pagos a sua região.

 

9. Huntsville, Alabama. Huntsville é uma cidade ao norte do Alabama que conta com um centro inteligente em sua economia, legado de seu papel fundamental no programa de mísseis balísticos da NASA. Hoje a ênfase tradicional da zona na indústria aeroespacial é acompanhado por medidas audazes em campos como a biotecnologia.

10. Calgary, Alberta, Canadá. Nas duas últimas décadas, Calgary passou a ter 15% das sedes corporativas de seu país, a maior percentagem de escritórios centrais per capita do Canadá. Ademais demonstrou sua inteligência explorando sua situação e recursos para fazer negócios lógicos e tomar decisões de desenvolvimento. Não será somente por seu ar limpo, senão também por sua destreza comercial que contribuirá a seu sucesso nas próximas décadas.

 

Anúncios