Momentos de pânico

Medo, medo e medo! É apenas o que  sinto neste momento.

Alguém pode me ajudar, me dizer como fazer para esquecer um assalto? Preciso desabafar.

Nunca pensei que um dia fosse passar por isso em minha vida, a gente sempre vê acontecer com os outros, mas com nós não…isso nunca vai acontecer. Até que um dia, alguém tira de você toda sua paz.

Na madrugada da última sexta-feira acordei com um indivíduo dentro do quarto, no pé da minha cama, ainda zonza por causa do sono perguntei  quem era. Ele me disse que era uma ladrão, para eu ficar quieta porque ele estava me roubando.

Aquilo parecia cena de filme (de terror), pelo menos eu queria acreditar que não fosse real…que fosse tudo um pesadelo.

Eu apenas pedia para ele não me machucar, e ele mandava eu calar minha boca enquanto pegava o dinheiro do minha bolsa. Na primeira oportunidade que tive de correr…eu fiz. Ele saiu do meu quarto, então eu corri para o quarto da minha amiga e bati na porta. Quando ela abriu, o bandido “fez” que fugiu. Então nós corremos para o quarto da nossa outra amiga e nos trancamos lá. Telefonamos para o polícia, e o desespero já tinha tomado conta.

Nós escutávamos o bandido ainda na casa…ele voltou e roubou mais. Ousado!

Roubou todo meu dinheiro, o da minha amiga, celular e principalmente…minha, nossa segurança. Não consigo dormir bem, não consigo dormir sozinha e tenho pavor só de pensar em dormir no meu quarto, local que até a última quinta-feira era o lugar em que eu me sentia mais segura.

Não sei como lidar com isso, não sei se um dia vou esquecer…tudo o que quero é voltar a ser como antes, não ter medo de qualquer ruído que venha acontecer…

Anúncios

Sobre brurobiati

Pisciana, faço jus ao signo. Sonhadora, emotiva e receptiva. Jornalista (diplomada sim), apaixonada por comunicação, animais, natureza e por pessoas de bem com a vida.
Esse post foi publicado em Geral e marcado , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Momentos de pânico

  1. Nunca imaginei que um dia fossemos passar por essa experiência, que julgo uma das mais traumáticas da minha vida. Agora as medidas de segurança já estão sendo tomadas.
    Sempre pensei que o lugar mais seguro que existe fosse a casa da gente, o quarto da gente. E em um momento tão íntimo e ‘puro’ do ser humano, durante seu sono, ser surpreendido por um meliante! Me pergunto: Onde vamos parar? Estamos falando de uma cidade do interior que é pólo universitário!!! Indignação, esta é a palavra!!!
    Acho que só com o tempo iremos esquecer este pesadelo e conseguir voltar a dormir em paz.

  2. Natália finalizou com a conclusão que é a correta: com o tempo se esquece.
    Já fui assaltado duas vezes com arma e, em uma das vezes, dois bandidos armados me renderam, e o terceiro esperava à distância no carro.Levaram o carro e, na outra ocasião, foi dentro de uma loja Kalunga. É bem desagradável a sensação, ainda mais dentro do que chamamos ” do sacrossanto lar”. Força aí Bruna ! Demora um pouco mas passa.

  3. JG Oliveira disse:

    Bruna, deixo-lhe aqui a minha solidariedade; realmente, so quem ja passou por tal experiencia e que pode avaliar a dimensao do sofrimento e o estado de impotencia: na hora e por um bom tempo depois. Jose Geraldo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s