Tags

, , , , ,

Depois de tanto tempo sem escrever resolvi aparecer por aqui.  rs

A vida é uma verdadeira caixinha de surpresas!

Sempre ouvi essa frase, mas nunca senti realmente o significado dela. Hoje, posso dizer que a vida nos surpreende a cada segundo que se passa…

Desde muito pequena aprendi a ser forte, a superar os grandes obstáculos que apareciam no caminho. Abandonada pelo pai, mesmo com todo o amor do mundo que minha mãe me deu, não foi fácil aceitar essa dor. Mas eu superei, e hoje estou aqui contando isso para vocês.

Em 2007 tive uma notícia muito ruim, minha mãe estava muito doente. Os médicos de início disseram que era um tumor no cérebro, mas depois alguns exames mais detalhados, foi constatado que ela tinha hidrocefalia. Corri com ela para o hospital e foi realizada uma cirurgia de urgência. Ela ficou bem.

No mesmo ano, ela teve que passar por outra cirurgia, novamente eu correndo com a única pessoa que me ama de verdade neste mundo. O medo de perder alguém que a gente ama é inexplicável, mas a força que a gente adquire para enfrentar isso, é surreal.

Já em 2009, novamente minha mãe ficou ruim, e de novo corri com ela para outra cirurgia na cabeça. Graças a Deus hoje ela está bem e ao meu lado.

Aprendi a ser muito forte com tudo isso que já passei…porém, não me ensinaram a ser forte quando se tratava de mim mesmo.

Hoje, dia 5 de junho, tive a pior notícia que poderia ter. Descobri que estou com um nódulo no seio. Já faz alguns dias que senti, mas hoje tive a confirmação com o médico. Segundo ele, trata-se de um tumorzinho, e terei que fazer biópsia para ver qual a origem.

Imagine! Meu chão cedeu. Perdi a noção de tudo, não consigo pensar em mais nada. A simples descoberta de um nódulo no seio é muito apavorante, mesmo antes de realizar qualquer exame para saber a procedência. E uma das piores partes de tudo isso, é a clássica pergunta médica: “Você tem histórico de câncer de mama na família”? Potz, isso foi “fodaaaa” demais. Mas não tenho! Um ponto para mim!

Porém, não vou mentir, estou com medo sim, mas vou enfrentar esse medo, sou forte! Oras, já passei por cada “perrengue” na vida, não é isso que vai me derrubar, mesmo porque tenho certeza de que não será nada grave.

Isso é apenas um desabafo, porque na minha cabeça está uma tempestade de sentimentos e pensamentos, e isso, eu não quero compartilhar com a única pessoa que realmente se importa comigo, minha mãe. Vi os olhos dela se encherem de lágrimas quando o médico disse o que eu tinha. Não vou preocupá-la sem necessidade, então tenho que me manter forte diante dela.

E vamos continuar com a vida…porque apesar dessas surpresinhas chatas, a vida é muito boa para ser desperdiçada com tristeza 🙂

“Supere-se a cada dia , hoje é o dia de tua vitória”.

Rio

Anúncios