Futuro de mídias sociais depende do comportamento de usuários, afirma analista

Mídia Social vem do termo traduzido em inglês  social media que é o uso de meios eletrônicos para interação entre pessoas e também empresas, é  um meio,uma ferramenta para se comunicar. No entanto, muitos ainda pensam que mídias sociais, às vezes confundindo-as com redes sociais, são apenas para diversão.
Há aproximadamente sete anos, uma nova profissão surgiu no Brasil impulsionado pelo fenômeno de audiência gerado pelos blogs, YouTube, Twitter, Facebook, entre outros. Trata-se do analista em mídias sociais. É um profissional capaz de analisar tendências e ficar em conexão com as principais discussões que são repercutidas ou criadas pelos internautas.
Karina Perussi, 26 anos, é graduada em Publicidade e Propaganda pela Unifev (Centro Universitário de Votuporanga) e já trabalhou na assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Jales. Decidida a buscar algo a mais para sua vida profissional, foi para São Paulo trabalhar como redatora publicitária. Em poucos meses, recebeu uma proposta para exercer seu trabalho em uma agência digital como Analista de Mídias Sociais. “Mídia Social é um “local” onde compartilham experiências, ideias, desejos. Somos seres sociais, e essas ferramentas digitais estão potencializando essa tendência e alterando a maneira como nos comunicamos. É a comunicação de todos para todos” afirma Karina.
Um analista de mídia social cria campanhas publicitárias dirigidas exclusivamente para internet, ou melhor: nas redes sociais – relacionamento estabelecido entre indivíduos com interesses em comum em um mesmo ambiente. . Esse profissional pode atuar em agências de publicidade, empresas ou mesmo por conta própria prestando consultoria.
Hoje, Karina trabalha como planning na Wunderman, uma das principais agências de relacionamento e interatividade do país, que faz parte do Grupo Newcomm, no qual o publicitário, empresário e apresentador de TV, Roberto Justus é o fundador e CEO.
Em entrevista concedida à jornalista Bruna Ferreira, Karina esclarece as principais dúvidas sobre mídias sociais. 
 

Imagem

Karina faz parte da Wunderman, uma das principais agências de relacionamento e interatividade do país

Como você vê o futuro das mídias sociais?
Acho que o futuro das mídias sociais depende do comportamento de seus usuários. Sabemos que falando de mídias sociais, tudo fica obsoleto muito rápido, como foi o caso do site de relacionamento Orkut. Novas mídias vão surgindo e conquistando usuários – ou talvez não caiam no gosto do público, como é o caso do Google Plus. Não vejo o fim das redes sociais, acredito que elas podem aprimorar-se, tornar-se cada vez melhores – ou que surjam outras tão boas ou melhores que as que conhecemos hoje. As redes sociais mais conhecidas hoje, Facebook, Youtube e Twitter, são os principais canais de comunicação entre as marcas e seus clientes – sejam “brand lovers” (pessoas que amam as marcas, por exemplo: às vezes ela não tem recursos pra comprar determinado carro, mas é bastante ativa na fanpage), ou usuários que buscam a solução de seus problemas por meio delas, “SAC”.

Sobre as redes sociais, quais são as principais usadas hoje?
Bom, vamos falar das redes sociais mais conhecidas e utilizadas hoje no Brasil. O Facebook se mantém líder, em seguida temos o Youtube, e em terceiro o Orkut (sim, o velho e abandonado Orkut). O Ask.fm aparece em 4º lugar e o Twitter em 5º, Google+ não agradou mesmo! Mas, a cada ano aumenta a diversidade de redes sociais e as pessoas estão sempre atentas, acompanhando tudo e migrando de uma rede social para outra, como aconteceu com o Orkut e o Facebook.

Você acha que estamos preparados para as mídias sociais?
O Brasil é o 4º país do mundo com mais acesso às redes sociais. Os brasileiros têm mais amigos nas redes sociais do que em qualquer outro lugar do mundo. Poderia dizer que a internet hoje é a “praça” de ontem: as pessoas conversam, trocam ideias, compram, comparam, organizam manifestações, tudo online!Mas tratando-se do relacionamento entre as marcas e seus clientes, creio que ainda temos muito que aprender e melhorar.
Destaque as vantagens e desvantagens de uma empresa que adere às mídias sociais?
Desvantagens: será preciso tempo disponível para atualizações e dedicar-se muito a elas, para manter o interesse dos seguidores. Portanto, se sua empresa não tiver tempo para isso ou não houver interesse em contratar uma agência especializada, esqueça!
Cuidado com as mensagens certifique-se de que está passando a mensagem corretamente. Qualquer passo em falso pode detonar a imagem de uma marca, para sempre.
Qualquer coisa que você publique está aberta a comentários e críticas, então é preciso estar sempre preparado. Se você não tem uma estratégia de engajamento, tende a receber vários comentários negativos.
É preciso lembrar que o resultado vem em longo prazo, afinal, elas vêm do relacionamento, e não da noite para o dia.
Vantagens: você poderá manter diálogos e construir afinidades com seus clientes e torná-los fiéis à sua marca.
As mídias sociais podem espalhar suas ofertas e mensagens para milhares de pessoas, rapidamente. (o velho boca a boca que tanto ouvimos falar em marketing).
A personalidade da sua marca também se fortalece se você faz um bom trabalho. Pode realizar enquetes, ouvir seus clientes, gostos, preferências e desejos.
Por meio da mídia social você pode prestar atendimento ao cliente e de forma mais rápida (sem telefones ocupados!). Ele fica satisfeito.
E claro: a mídia social tem baixo custo, e você pode criar perfis e páginas gratuitas nas redes sociais.

Para uma empresa que está começando nas mídias sociais, que pontos você acha importante para que ela obtenha sucesso sem se tornar chata?
Uma palavra resume tudo: engaje! Uma empresa que consegue engajar seus clientes (e não ficar soltando spam) além de gerar conteúdo que interesse aos seus seguidores, tem grande chance de sucesso.

Como identificar que uma empresa precisa se conectar a Mídias Sociais?
Este ano chegamos a 2,4  bilhões de internautas no mundo! Acho que isso responde essa pergunta. As pessoas acessam as redes sociais do trabalho, de casa, do celular enquanto estão na fila do banco… Fila do banco? Que nada! Hoje elas resolvem quase tudo pela internet! Quem não estiver na nova praça, vai mesmo ficando para trás…

Anúncios

Sobre brurobiati

Pisciana, faço jus ao signo. Sonhadora, emotiva e receptiva. Jornalista (diplomada sim), apaixonada por comunicação, animais, natureza e por pessoas de bem com a vida.
Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s