Tags

, ,

“A corrupção é histórica, é estrutural e ela não é do governo, ela pertence a uma interpretação ética bastante difundida na sociedade (…) e a corrupção é, como diria o Barão de Itararé, a negociata, o bom negócio para o qual não me convidaram. Ou seja, eu sou absolutamente ético e probo quando se trata de atacar o negócio que não me favorece e quando me favorece é um jeito, uma maneira, o jeitinho clássico (…) a corrupção é parte estrutural da sociedade brasileira, inclusive dos governos (…) a mudança tem que começar na escola com a não conivência com a fraude escolar, ela tem que atingir o governo, tem que atingir as família de pais que ensinam filhos, por exemplo, a técnicas pouco usuais ao concordarem que o filho copie um trabalho da internet (…) isso é um processo estrutural, orgânico, que começa na educação das crianças, sobre o que é mentir ou não mentir, seduzir ou não as crianças com elementos de corrupção: “se você fizer isso, eu te dou aquilo”, isso é um elemento de corrupção que começa muito cedo”.

Anúncios